terça-feira,16 de abril de 2024
08h14

Municípios alagoanos mantém tradição da entrega de Peixes na Semana Santa

Foto: LulaCastelloBranco
Foto: LulaCastelloBranco
Alimento é consumido por católicos no mundo todo na Sexta-Feira da Paixão
Por

Os municípios alagoanos mantiveram a tradição da entrega de peixes à população, para o consumo dos fieis católicos na Semana Santa. Diversas prefeituras se mobilizaram e fizeram a entrega de quilos do alimento, a partir de quarta-feira (27), em todas as regiões do estado. A Igreja Católica orienta silêncio, jejum, oração e abstinência de carne, na Sexta-Feira da Paixão. 

A Semana Santa, período mais importante do Ano Litúrgico, teve início no Domingo de Ramos (24 de março) e segue até Domingo de Páscoa (31 de março). Em substituição à carne vermelha, é permitido o consumo de peixe. O rito mantém o respeito pela paixão, morte e ressurreição de Jesus Cristo.

As entregas foram feitas também por meio de programas, que já fazem parte das políticas de assistência social dos municípios. Em Traipu, a edição 2024 do Peixe na Mesa, do programa Traipu Carinhoso, garantiu quilos de pescado e kits de alimentos para seis mil famílias, das áreas rural e urbana do município. Em Anadia, com formato de entrega porta a porta, foram distribuídas seis toneladas de peixes, além de arroz e leite de coco, a seis mil famílias, em mais uma edição do programa Santa Tradição.

Municípios como Branquinha, Novo Lino, Girau do Ponciano, Santana do Mundaú, Taquarana, Palmeira dos Índios, Feira Grande, entre outros, fizeram a entrega de peixe. Em Jacuípe, além de arroz, cinco toneladas de anchova foram doados ao povo na quarta-feira (27). Rio Largo, o terceiro maior município do estado, distribui 120 toneladas de pescado, como parte do Programa Semana Santa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *